História da Decoração

Antes de falar sobre algum tema aqui no Blog eu sempre pesquiso bastante para passar à vocês as informações mais completas sobre este ou aquele assunto. E fiquei muito surpresa com a dificuldade em encontrar informações claras sobre a História da Decoração. Mas, como quem procura acha, aqui vai um pouco de história: 
A palavra Decoração tem origem na antiga Roma, Decoratione - mas seu conceito remonta aos egípcios. Curiosamente, de todas as línguas neolatinas, o italiano é o único idioma que utiliza outra palavra para a idéia: arrendamento. Decorar, como precisa o importante historiador e poeta, Edward Lucie-Smith, em termos históricos, era uma tarefa supérflua.
Na sua primeira e mais conhecida acepção, decorar significa "embelezar". Uma simples observação da cadeira e escabelo na tumba de Tutankamon deixa claro esse aspecto. Havia a preocupação nítida de decorar o objeto, ou seja, a cadeira. Assim, decorar significava ornamentar móveis, vasos... e introduzir neles uma série de novas linhas e ornatos em baixo ou alto relevo. Mas, o  que leva o homem a criar obras de arte?  H. W.  Janson, na sua monumental obra A História da Arte afirma que a arte tem origem na necessidade do homem de decorar, enfeitar o mundo que o cerca, embelezar sua vida e o seu habitat. Os afrescos - desenhos nas cavernas, são testemunhos incontestáveis, desde os primórdios, de tal raciocínio. Nesse sentido, a necessidade humana da decoração termina por desdobrar-se em artes maiores: a pintura e escultura. No princípio, os primeiros objetos foram as cadeiras, escabelos, baús e camas. A história da decoração, nos seus primórdios, confunde-se com a do mobiliário. O que é certo, pois, o mobiliário foi e continua sendo o elemento essencial na decoração.
            A Idade Média nada nos deixou de interessante nesse campo. O século XV, além do nascimento da imprensa, por Gutemberg, nos trouxe a
descoberta da mesa para comer como objeto essencial, e da tapeçaria. A decoração propriamente dita surge apenas após o Renascimento. Caberia destacar especialmente o empenho, nesse sentido, dos reis Luises da França- Luís XIV, XV e XVI. E, em particular, Luís XIV, o Rei Sol, construtor do magnífico Palácio de Versailles.
           O mais importante significado da decoração no mundo moderno é o de tentar dar equilíbrio e harmonia a um conjunto de peças, cores, objetos, obras de arte, etc, com formas e texturas diversas, concebidas quase sempre em diferentes contextos históricos, dentro de um determinado espaço, tendo por finalidade dar conforto e prazer a quem circula no ambiente.
          A partir do século XIX, a decoração tende a se tornar mais tangível para as classes menos abastadas no Primeiro Mundo. Mas é apenas a partir deste século XX que ela passa a existir em larga escala. Tornou-se uma verdadeira necessidade. Desdobrou-se, além do mais, no paisagismo.
Um decorador tem como principal oferecer harmonia e a combinação de diferentes peças, criadas por diferentes designers, em diversos períodos históricos.
Ao iniciar uma análise para aplicação do Feng Shui nos ambientes, é fundamental estarmos "antenados" com as técnicas de Decoração, afinal se o objetivo é um proporcionar harmonia e bem estar, o bom gosto e a arte de decorar são fundamentais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente!